InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
» Fim do fórum
Qui Jul 09, 2015 7:53 pm por Gunner

» Oi, Raquel apresentando-se
Qui Jun 26, 2014 4:45 pm por Felisberto Danella

» Galeria da Rê
Sab Abr 02, 2011 5:39 pm por Renata K.

» Novata. Renata K. ;]
Sab Abr 02, 2011 5:10 pm por Renata K.

» [Persona 3] Descubra qual é a sua persona.
Seg Fev 14, 2011 5:22 pm por cpmro

» Terminal Xenti
Sab Dez 25, 2010 6:31 am por Gaabriel

» Olá, Gabriel se apresentando!
Sab Dez 25, 2010 6:04 am por Gaabriel

» Armageddon
Ter Nov 23, 2010 7:25 pm por Lune V.

» [Yu-Gi-OH!] O que a 4kids nos fez engolir.
Seg Nov 08, 2010 3:33 pm por Pedrinho

Votação
Vocês desejam um chatbox no The Writers?
Sim
100%
 100% [ 6 ]
Não
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 6
Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
CalendárioCalendário
Top dos mais postadores
Leonardo (459)
 
Gunner (338)
 
Puresparky (302)
 
Jean William (218)
 
Alexis Tecno-I-Magus (171)
 
ArnoBeiFong (147)
 
Lucas_palmeirense (90)
 
Theime (69)
 
Gustavo_Andrade (67)
 
DKG (57)
 
Parceiros

 

Lançamento Oficial do Fórum The Writers

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Autor Mensagem
DKG
avatar
AdministradorAdministrador


Masculino Número de Mensagens : 57
Pontos : 24
Reputação : 5
Data de inscrição : 16/08/2008
Localização : Santa Maria - RS - Brasil

MensagemAssunto: Lançamento Oficial do Fórum The Writers   Dom Fev 15, 2009 9:56 pm

Olá, pessoal!

Então, venho comunicar que a partir de agora o Fórum The Writers está funcionando oficialmente!

Depois de muito tempo de planejamento e trabalho, chega a hora de colocar o Fórum para funcionar... Espero que apreciem e que ele se torne uma segunda casa para todos os usuários!

Então, pra comemorar o lançamento do Fórum, trago pra vocês uma pequena Cerimônia de Abertura que escrevi, recebendo ajuda do Gunner e do Jean_William... Espero que apreciem!


PS: Para total entendimento da Cerimônia, recomendo que o leitor pesquise no Youtube por "Alborghetti" e veja alguns videos dele, que são bem curtinhos... Bom, lá vai:


===================================================================================================================
Cerimônia de Lançamento do The Writers

*É possível ver um grande prédio no fundo, cercado por outras dezenas de prédios. O prédio em questão é azul, possui várias torres grandes e pequenas, e uma grande escadaria que dá acesso à porta de mármore, que está fechada. Na frente dessa porta, uma multidão grita enfurecida. Em primeiro plano encontra-se um senhor, bastante calvo e usando óculos finos. Segurava um microfone e levava uma toalhinha no ombro, aparentemente era um repórter.*

- Olá, meu caros netspectadores! Hoje estou particularmente com raiva, afinal, fui chamado para cobrir uma inauguração que não acontece nunca, como é possível ver logo atrás de mim.

*Câmera se desloca mostrando a multidão, que grita inúmeros xingamentos*

- Ô seu filho da mãe, quem ta apresentando sou eu!

*A imagem da multidão treme fortemente. Aparentemente, Carlos Alborghetti tentou dar um murro em quem a carregava, já que logo ele apareceu novamente na tela.*

- Então, fui chamado aqui para uma tal de inauguração que não sei nem do quê, isso já é motivo pra deixar qualquer um com raiva, então você tem que colaborar quando eu to falando, ta entendendo?

*Após berrar tais palavras, Alborghetti ameaça dar um soco na câmera, mas pára ao ouvir alguém no meio da multidão gritar*

- CHEGOU UM DELES!

*Câmera se volta para a rua mais próxima dali, em frente ao prédio a ser inaugurado, onde um grande carro prateado estacionou.*

*Ouve-se um estrondo, e a câmera cai no chão. A voz furiosa de Alborghetti é escutada.*

- Preciso repetir que quem apresenta esse programa sou eu?

*A câmera é erguida, e ouve-se um murmúrio de “Me desculpe” por parte de quem a manuseava.*

- Me desculpe o quê, rapaz? Próxima besteira que você fizer eu te boto a correr daqui!”

*A porta do carro se abre, e dela sai um homem de estatura mediana, cabelo negro e curto, olhos castanho-escuros e vestindo uma roupa branca com as bordas negras. A roupa era composta por uma camisa branca com um casaco fechado sobre ela, e calças igualmente brancas, com sapatos da mesma cor.*

- Finalmente algum deles chegou...

*Após resmungar isso, Alborghetti entra no meio da multidão que tinha ido à loucura.*

- Olá, pessoas! Obrigado por terem vindo à inauguração, muito obrigado...

*O homem, Gunner, acenava para a multidão, que abria espaço enquanto caminhava em direção ao prédio a ser inaugurado.*

- Sim, sim, a inauguração é agora...

*De repente, o homem sente um cutucão nas costas. Se vira e dá de cara com o repórter, para sua surpresa.*

- Mestre Dalborga?!

*Ele mal acredita que o grande repórter tenha ido até a inauguração, mas logo em seguida o senhor dá um empurrão em Gunner, que vai para trás cambaleando e quase caindo.*

- Olha aqui rapaz, ou você explica o que tá acontecendo aqui ou eu juro que expulso você e todas essas pessoas, mando tudo pro colo do capeta, ouviu bem?!

*O jovem encara o rosto furioso do repórter, e pressentindo que ele estava prestes a ter um de seus acessos de loucura, decide explicar.*

- Bem... Esse pessoal todo está aqui para uma inauguração...

*Gunner é receoso com as palavras, mas Alborghetti fica mais furioso ainda.*

- Ah, ah, então é uma inauguração... É uma inauguração! É uma inauguração, eu sei disso, não sou louco! Mas explica inauguração do quê!

*O rapaz recua ao ver que Alborghetti estava tendo um dos seus acessos.*

- B-bem, é a inauguração do The Writers...

- E EU VOU SABER O QUE É THE WRITERS, GAROTO? EU VOU... NÃO, PERAI!

*O repórter vai até onde a multidão estava, pega uma cadeira que estava vazia, e volta-se para Gunner, que fica surpreso.*

- Não, espera...

*O senhor arremessa o pesado objeto em direção ao rapaz, que salta para o lado e desvia na última hora. A cadeira estraçalha-se no chão com um estrondo, fazendo a multidão berrar e recuar vários metros. Uma das pessoas que se assustou em particular chamou a atenção. Talvez fosse pelo gritinho histérico que ela deu, talvez fosse pelo chapéu que usava e ocultava o rosto ter caído, ou ainda porque estava com um garotinho do lado, mas todos os presentes olharam para ele.*

*Tinha a pele pálida, podia-se dizer que era praticamente branca. Seus cabelos eram negros e caíam até os ombros. Usava óculos escuros, e embora fosse um dia quente, ele estava com roupas compridas negras e cachecol.*

*De repente, alguém gritou no meio da multidão.*

- É o Michael Jackson!

*Um enorme balburdio tomou o ar, e muitos fãs começaram a gritar querendo autógrafos.*

- Não, Andrew! Não me deixe aqui! –Exclamou o cantor, ao perceber que o garoto que o acompanhava havia se metido no meio da multidão e fugido.

*A multidão vê o garoto correndo ao longe com Jackson atrás, e uma viatura da polícia dispara tentando pegá-los.*

*Alborghetti fica com ainda mais raiva ao ver tal cena.*

- PORCARIA! Agora a polícia pega aquele desgraçado, ele paga um subornozinho qualquer e já soltam... Gente assim tinha que ser fuzilada ainda na perseguição, tem que mandar pro colo do capeta!

*Gunner percebe que as pessoas estão com medo do senhor.*

- Mestre Dalborga, se acalme...

- EU? ME ACALMAR??? E EU TENHO TEMPO PRA FICAR PERDENDO COM FRESCURAS, GAROTO? FALA LOGO O MOTIVO DE EU ESTAR AQUI QUE NEM UM PALHAÇO, E INAUGURA LOGO ANTES QUE EU TOQUE OUTRA!

*Gunner não sabe bem como falar, mas decide que não vai mentir.*

- Eu não posso inaugurar antes dos outros fundadores chegarem...

*O rosto de Alborghetti fica ainda mais vermelho, um sinal de perigo. Ele recomeçou a berrar, apontando para a faixa vermelha que impedia o acesso ao prédio.*

- O QUÊ? E PRA QUE VOCÊ TEM QUE ESPERAR OS OUTROS? NÃO SABE CORTAR UMA FAIXA? AH, DEIXA QUE EU VOU LÁ E CORTO, COM OS MEUS DENTES!

*O senhor avança fora de si em direção à faixa, arreganhando os dentes.*

- Espera, Mestre Dalborga!

*Sem saber o que fazer, Gunner tenta ir atrás do homem descontrolado, mas este se vira e arremessa o microfone que carregava, que acerta em cheio o rosto do rapaz, que tomba no chão.*

- É AGORA QUE EU CORTO ESSA FAIXA!

*Alborghetti avança como uma fera feroz, sendo aplaudido pelo público.*

- Pare ai, Mestre Dalborga...

*Uma voz veio do alto do prédio, e ao olharem, as pessoas viram que tinha alguém lá.*

- Outro garoto... Quem é você, moleque?

*O repórter berrou, sem entender.*

*Para a surpresa de todos, o jovem pulou do telhado do prédio. Enquanto caía, porém, apertou um botão e um pára-quedas roxo surgiu, diminuindo sua velocidade.*

*O garoto em questão era....*

- Me chame de Jean William.

*A multidão aplaudiu e gritou, afinal, o segundo havia chegado.*

- AH NÃO, AH NÃO, AH NÃO! EU NÃO VOU AGUENTAR OUTRO DOIDO QUE NÃO TEM O QUE FAZER ATRAPALHANDO MEU PROGRAMA!

*Ao dizer tais palavras, Alborghetti pegou outra cadeira que estava por perto, e arremessou-a em direção ao recém chegado.*

- Hãn? Não!

*Jean gritou ao ver a cadeira atingir seu pára-quedas e rasgá-lo. Começou a cair em grande velocidade, agora estava em queda livre.*

- Vingardium Leviosa!

*Alguém no meio da multidão bradou essas palavras. Jean repentinamente parou de cair, estava flutuando no ar. Então, em um ritmo bem mais lento, ele foi até o chão e aterrissou.*

- Quê? Quem é o filho da mãe que fez isso?

*Alborghetti olhava para os lados, tentando descobrir onde se localizava o novo inimigo.*

*De repente, alguém no meio da multidão gritou.*

- Vejam, é o Harry Potter!

*Houve um grande alvoroço, no instante seguinte um garoto de vestes negras saía correndo do meio da multidão e seguia o mesmo caminho de Michael Jackson, com uma viatura disparando logo atrás.”

- Droga, só faltava essa... Um garoto esquisito que fica sacudindo uma varinha, onde esse mundo vai parar?

*Alborghetti não parecia nada feliz com o que havia acontecido, já que Jean levantava-se cambaleante à sua frente.*

- Droga... Minha entrada não foi tão boa quanto eu esperava...

- CHEGA! ME CANSEI!

*Fora de si novamente, Alborghetti puxa um porrete de tamanho considerável, que se encontrava debaixo do casaco azul que vestia.*

- Hãn? Droga, o que eu faço agora?!

*Jean se desesperou ao ver o senhor, com o rosto igual a um pimentão, avançar descontrolado em sua direção.*

*Optou por tentar desviar... Precisava esperar o momento certo... A hora que ele fosse dar o golpe... O homem se aproximava, cada vez mais... Em pouco tempo... Em poucos segundos...*

*Quando Jean fez menção de desviar, porém, algo aconteceu. Entre ele e Alborghetti, onde antes só havia o ar, de repente surgiu alguém.*

*Era um rapaz baixo, magro e moreno, com olhos castanho-escuros. Usava algo que parecia um kimono negro, e empunhava uma katana.*

- MAIS UM? QUEM É VOCÊ? TANTO FAZ, TOMA ESSA!

*Alborghetti parou na frente do recém-chegado e ergueu o porrete.*

- Pode me chamar de... DKG.

*O recém chegado disse tais palavras, e no instante seguinte, antes que qualquer presente se desse conta, o porrete do repórter era dividido em dois. Não somente isso aconteceu, mas também o próprio foi arremessado para trás, cambaleou um pouco, e por pouco não caiu.*

- DKG?

*Jean parecia surpreso.*

- Yo! Desculpa pelo atraso, tava fazendo os últimos preparativos para a inauguração...

*Enquanto isso, Gunner voltava a si, e começava a se levantar.*

- Ai... Droga, Mestre Dalborga é forte...

*Enquanto murmurava, ele ergueu a cabeça, e viu que a pessoa a quem ele se referia estava parada ao lado dele, abismada, olhando o que havia sobrado do seu porrete.*

- Ah!

*Gunner se uniu rapidamente aos outros dois fundadores, que discutiam sobre quando cortariam a faixa.*

- NÃÃÃÃÃO! MEU PAU!!! O QUE AQUELE MALDITO FEZ COM ELE?

*Todos se assustaram ao ouvirem a voz de Alborghetti, que encarava DKG com um profundo ódio no olhar.*

- Acho melhor cortarmos a faixa agora, porque o cara tá vindo pra cá!

*Jean olhava assustado para o repórter, que começava a avançar tomado pela fúria, chegando a urrar de ódio.*

- É, tem razão... Estão prontos? Quando eu cortar, vocês devem entrar, entenderam?

*DKG ergueu sua katana.*

- Sim!

*Os outros dois pareciam nervosos, mas concordaram.*

*A multidão olhava ansiosa para a cena, esperando o momento em que a faixa se partisse.*

*Alborghetti avançava furioso.*

- Muito bem, declaramos o The Writers funcionando oficialmente a partir de... AGORA!

*Falando isso, DKG cortou a faixa vermelha com a katana. Logo em seguida os três entraram no prédio, ouvindo os urros da multidão e o som de dezenas de passos. Se Alborghetti foi atropelado ou não pela multidão, eles não souberam dizer.*

*As pessoas entraram e deram de cara com um belo e espaçoso salão feito de mármore, com um gigantesco lustre no teto e um palco decorado com faixas de “Bem-Vindos”. As cortinas do palco estavam fechadas.*

*Todos percorriam olhares curiosos pelo aposento, até que os três fundadores subiram no palco e pediram um minuto de atenção.*

- Então, a partir de agora o The Writers está funcionando, e por tempo indeterminado...

*DKG estava empolgado, assim como todos os presentes.*

- Esperamos que gostem do fórum e que nele aprendam e ensinem muitas coisas sobre Fanfics!

*Gunner olhava para cada rosto na multidão.*

- E agora tem início a festa!

*Jean exclamou, no que os três deixaram o palco, as cortinas se abriram, e as pessoas foram à loucura.*

- Cinco patinhos foram passear!Além das montanhas para brincar!

*Havia lá uma mulher loura e alta, com um microfone, cantando animadamente.*

*DKG ficou estupefato.*

- Hãn? O que é isso?

*Alguém na multidão se manifestou.*

- É a Xuxa!

*Jean e Gunner ficaram igualmente abismados.*

- Ela não é quem devia estar cantando, nenhum de nós a chamou...

*Um silêncio mórbido tomou conta do lugar, ninguém se manifestava ou estava animado ao ouvir a música.*

- Não tem jeito... Segurança!

*Jean chamou, e um homem alto, musculoso e careca, usando óculos escuros e terno, se aproximou.*

- Tire ela de lá.

*O garoto indicou, e lá foi o homem. A cortina fechou, no instante seguinte ouviu-se um barulho de pancada e tudo ficou em silêncio.*

*Poucos minutos depois, o guarda costas voltou e fez sinal de positivo. DKG acalmou as pessoas.*

- Pedimos desculpas pelo equívoco... E agora, que venha a verdadeira banda que nós chamamos!

*Todos foram à loucura quando a cortina se abriu novamente.*

*Lá estava um homem que já havia sido visto por lá naquele dia, e ao lado dele um garotinho.*

*DKG quase caiu de costas.*

- QUÊ?

*Os outros dois também pareceram surpresos.*

- Nós também não chamamos ele...

*DKG ficou fora de si.*

- Droga! Segu...

*Ele começou a chamar, mas parou no segundo seguinte.*

- Told me that you're doin' wrong
Word out shockin' all alone
Cryin' wolf ain't like a man
Throwin' rocks to hide your hands


*Jackson cantava fazendo coro com o garotinho. A multidão foi à loucura, gritando animadamente.*

*Jean foi o primeiro a falar após ver essa cena.*

- A banda que nós contratamos já chegou?

*Gunner respondeu.*

- Acho que não...

*Então DKG lançou a idéia.*

- Vamos deixar ele tocando até os outros chegarem?

*Os outros dois concordaram.*

- É, pode ser...

*Nisso, Alborghetti entra no aposento pela porta, mancando levemente. Arregala os olhos ao ver quem estava cantando.*

- QUÊ? Aquele filho da mãe do Jack de novo???

*Gunner se aproxima.*

- Mestre Dalborga, vamos fazer um negócio? Eu compro para você um porrete novo, mas quando esse cara descer do palco você leva ele pra sua casa e estréia a arma, que tal?

*Alborghetti abriu um largo sorriso.*

- Claro, rapaz! Negócio aceito!

*Assim os dois apertaram as mãos.*

*E assim todos se divertiram até tarde da noite no dia do lançamento do fórum, todos se preparando para cada dia que viesse a partir dali, cada um reservando suas próprias surpresas, algumas tão grandes quanto as que tiveram no dia do lançamento.*
===================================================================================================================

Então, espero que tenham apreciado o texto, e declaro em nome da Administração que a partir de agora o Fórum está pronto para receber Fanfics!

Atenciosamente,

DKG

_________________


Lançamento Oficial do Fórum The Writers


Última edição por DKG em Dom Fev 15, 2009 10:16 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://thewriters.forumeiros.com
Gunner
avatar
AdministradorAdministrador


Masculino Número de Mensagens : 338
Pontos : 232
Reputação : 9
Data de inscrição : 16/08/2008
Idade : 30
Localização : Behind the Curtain

MensagemAssunto: Re: Lançamento Oficial do Fórum The Writers   Dom Fev 15, 2009 10:11 pm

Até que enfim, depois de alguns meses, inauguramos o fórum. Como DKG disse aí em cima, o fórum está pronto para receber fanfics. Aos usuários, recomendo que leiam as regras e se comportem, senão o Mestre Dal vai mandá-los ao colo do capeta. Very Happy
_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jean William
avatar
DestaqueDestaque


Masculino Número de Mensagens : 218
Pontos : 140
Reputação : 1
Data de inscrição : 27/01/2009
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro - RJ - Brasil

MensagemAssunto: Re: Lançamento Oficial do Fórum The Writers   Seg Fev 16, 2009 12:51 am

LOL a cerimônia ficou melhor do que eu esperava, então só tenho que agradecer ao DKG as gargalhadas que ele fez eu dar.

Bom povo, já podem seguir seus afazeres aqui no TW, em breve estaremos postando coisas novas e mandando novos avisos interessantes, e sobretudo, divirtam-se com as fanfics!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/jean_william
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lançamento Oficial do Fórum The Writers   

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lançamento Oficial do Fórum The Writers

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum: Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Introdução à Comunidade :: Quadro de Avisos -