InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
» Fim do fórum
Qui Jul 09, 2015 7:53 pm por Gunner

» Oi, Raquel apresentando-se
Qui Jun 26, 2014 4:45 pm por Felisberto Danella

» Galeria da Rê
Sab Abr 02, 2011 5:39 pm por Renata K.

» Novata. Renata K. ;]
Sab Abr 02, 2011 5:10 pm por Renata K.

» [Persona 3] Descubra qual é a sua persona.
Seg Fev 14, 2011 5:22 pm por cpmro

» Terminal Xenti
Sab Dez 25, 2010 6:31 am por Gaabriel

» Olá, Gabriel se apresentando!
Sab Dez 25, 2010 6:04 am por Gaabriel

» Armageddon
Ter Nov 23, 2010 7:25 pm por Lune V.

» [Yu-Gi-OH!] O que a 4kids nos fez engolir.
Seg Nov 08, 2010 3:33 pm por Pedrinho

Votação
Vocês desejam um chatbox no The Writers?
Sim
100%
 100% [ 6 ]
Não
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 6
Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
CalendárioCalendário
Top dos mais postadores
Leonardo (459)
 
Gunner (338)
 
Puresparky (302)
 
Jean William (218)
 
Alexis Tecno-I-Magus (171)
 
ArnoBeiFong (147)
 
Lucas_palmeirense (90)
 
Theime (69)
 
Gustavo_Andrade (67)
 
DKG (57)
 
Parceiros

 

[Yaoi] Best Friend! Best Wishes!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Autor Mensagem
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Dom Jun 28, 2009 12:09 pm

Best Friend! Best Wishes!


Sinopse: Todos que um dia amaram um grande amigo, o melhor amigo, tem medo que com seus sentimentos as coisas acabem mudando, que percam a amizade daquela pessoa especial, mas Gilberth acreditou que seu amor por seu melhor amigo realmente teria futuro, que daria certo, e depois de perder tudo, Gilberth apenas seguiu com a vida, sem se aproximar de mais das pessoas até conhecer Edmond, um garoto sério, frio, triste, perdido em um mundo estranho, que iria ser seu melhor amigo, seus melhores desejos, a questão é, o que fazer agora, repetir um erro, ou ficar como está e se afastar de novo?

Classificação: +18(na verdade só coloquei isso por se tratar de uma história homosexual)
Categorias: Originais
Gêneros: Drama, Lemon, Romance, Shonen-Ai, Yaoi(esse forum soh tem garoto então eu nao vou por as partes de lemon aqui!)Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo.
Aviso: Se alguem tiver preconceito relaxe, simplesmente não leia, ou finja que um deles é uma garota, pq para mim não importa o gênero dos personagens e sim a história.

---OoO---


Prólogo


- Eu amo você!

Eu tinha juntado todas as minhas forças para dizer aquelas palavras, mas o loiro a minha frente, pela feição alem de surpreso era de alguém que não tinha gostado do que havia comido sentido até nojo, era como se meus sentimentos mais belos fossem totalmente sujos.

- Mas isso é... – ele parecia não conseguir formular uma frase direito, olhei para baixo – Gil eu gosto de outra pessoa – ele disse sem me encarar, era mentira, ele não me amava, e não tinha outra pessoa.

- Então quem é? – eu era apenas um garoto impaciente de 17 anos, meus cabelos castanhos claros eram curtos de mais para esconder meus olhos tristes por mais que eu abaixasse a cabeça querendo me esconder.

Ele não me respondeu, o rapaz mais alto que eu, de cabelos longos e presos, olhos azuis perdidos em pensamentos a minha frente não conseguia me responder, senti uma dor interna, segurei minhas lagrimas com todas as forças e sorri para ele, minha tristeza não podia ser facilmente medida.

- Esqueça isso – eu disse afinal e fui embora e ele não me impediu de ir, com minhas lagrimas escorrendo sobre meu rosto infantil até eu chegar à minha casa, eu realmente amei meu melhor amigo, mas eu perdi tudo que havia construído com ele e ele não participou mais da minha vida depois daquilo.

Eu estou com 19 anos agora, eu realmente diria que cresci, mas não vou dizer que meu coração se recuperou totalmente.

---OoO---


Nota: Essa fanfic vai ser mais ou menos um cap por semana. Apesar que terça-feira eu vou por o proximo XP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Adrian

NovatoNovato


Masculino Número de Mensagens : 47
Pontos : 49
Reputação : 1
Data de inscrição : 25/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Dom Jun 28, 2009 6:11 pm

Pessoalmente romances me atraem quando são escrito por garotas.

Confesso que homessexualidade, seja maculina ou feminina, não me desperta interesse mesmo quando escrito por garotas. É normalmente passado um censo bizarro do amor, caso homem satiriza muito apelando para sexo e demais. Caso mulher sensibiliza tanto não querendo tocar em assuntos de pressão de preconceito ou outro qualquer.

Sou um amante de fanfic, confesso que a ultima fic do genero que li não fugiu dessa realidade. Lerei pela expectativa de quebra de tabu. Coloco expectativa em sua fanfic Kotomi.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Seg Jun 29, 2009 12:32 am

Bem na verdade essa fanfic não surgiu de algo muito util XD...*escolheu um estojo junto de uma amiga e era com chibs neles, ai resolveram criar essa história*

Mas ela criou um personagem interessante, é legal tratar dele na história, porem vcs tem de perceber algo nele eu nao quero dizer desde jah XD, sendo que essa história tem haver com mais de outras 3 histórias ( duas da minha amiga, outra minha ) rodam tudo num mesmo mundo .-. ou cenario aonde alguns personagens se conhecem e as vezes aparecem um na história do outro ( 8D se chama parte do seriado Dream qe minha amiga criou ), a história se passa em Chicago ^^.

Meu personagem, ou no caso o que eu criei eh o Gilberth mesmo, ele eh meu estojo XD, ele eh um cara bem tapado, eh um dos poucos personagens meus que foge do meu ser ( eu sou uma pessoa de grande ego, orgulhosa, cara de má, entre outros 8D ).

A uma coisa antes de perguntarem, eu não dei o nome do loiro de propósito 8D.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Qua Jul 01, 2009 12:20 am

Capítulo 1


A primeira vez que vi Edmond ou que talvez eu o notasse, foi quando voltava da aula da faculdade, era uma noite de verão, estávamos no final de Julho, ele estava sentado em um banco do ponto de ônibus, e atrás desse ponto havia um mercado 24hs que eu sempre fazia as minhas compras, todos os dias eu voltava a pé para casa passando por aquele lugar, e essa foi a primeira vez que eu notei aquele rapaz.

Edmond ficava sentado sozinho, mesmo sendo perigoso estar sozinho às 22hs em um ponto de ônibus, mas ele ficava lá parado. O porquê eu havia notado ele, era pelo simples fato do seu olhar, um olhar triste e sozinho, a observar o nada.

Durante todo o verão Edmond ficava a usar roupas folgadas e frescas, muitas vezes ele estava de boné, mas mesmo que eu o visse quase todos os dias, das minhas férias e das minhas aulas, eu nunca havia falado com ele, Edmond estava quase todos os dias lá sentado, com o mesmo olhar.
No inicio do outono eu falei pela primeira vez com ele, era um dia frio e com um vento cortante, eu vestia meu casaco preferido, preto de gola alta o suficiente para esconder o queixo.

Depois das aulas eu fui comprar uma lata de café quente enlatado no mercado quando o vi, Edmond estava sentado, vestia um short branco, e uma camisa azul marinho, eram roupas de verão, mas estava muito frio para alguém vestir aquilo, quando fui me aproximando mais, notei que ele estava tremendo, entrei no mercado e comprei duas latinhas de café.

Eu me sentei ao lado dele, mas ele não se virou para mim, continuava a encarar o nada. Suspirei o observando melhor pela primeira vez de perto. Edmond é um rapaz de curtos e bagunçados cabelos negros, que hoje estavam escondidos por um boné jeans, ele tinha uma pele branca e olhos tão escuros quanto o petróleo, seu corpo era pequeno, ele devia ter pouco mais que 1,65m de altura, os braços e as pernas tinham poucos pêlos, suas mãos eram proporcionais ao seu corpo, nem muito grandes e nem muito pequenas, e seu rosto era belo, um nariz meio pequeno e levemente erguido, proporcional aos olhos levemente puxados e proporcionais ao resto do rosto, ele também possuía uma pequena orelha, esse era Edmond, o rapaz que sempre estava sentado no banco de ônibus à frente do mercado do bairro da minha casa.

- Você vai morrer de frio desse jeito – ele virou o rosto para minha direção me encarando por alguns segundos, pude ver que o frio não estava apenas no vento, mas também no olhar daquele garoto misturado a uma tristeza profunda, mas Edmond nada me disse, simplesmente voltou a olhar o nada – Ei! Não precisa me ignorar também – tirei as latinhas da sacola e estendi para ele, vi sua mão de dedos finos e compridos pegarem a latinha com certo receio, notei pelo braço dele que ele estava todo arrepiado pelo frio.

Eu abri minha latinha e de olhos fechados eu tomei o liquido do seu interior, logo ouvi ele abrir a latinha também e tomar, aquele liquido quente iria aquecer ele por dentro um pouco, ficamos os dois em silencio, ele me olhava as vezes e eu fazia o mesmo, encontrando seus olhos negros as vezes, até que quando eu finalmente acabei o café sorri para ele, que desviou o olhar, talvez constrangido por ser um estranho a lhe dar uma bebida tarde da noite, me levantei daquele banco e ri um pouco ainda a o observar.

- Você não é tão arrisco quanto eu imaginei – comecei a andar de volta para minha casa deixando ele para trás.

- Meu nome é Edmond – ele disse mais alto para chamar a minha atenção e eu apenas me virei sorrindo tirando o casaco, a voz dele estava um pouco rouca pelo frio que ele sentia.

- Meu nome é Gilberth. – joguei meu casaco nele que pegou sem entender – Vista ele, está frio – eu vestia uma blusa de manga branca e uma calca jeans escura, eu simplesmente sorria – um dia você pode me entregar ele, só não morra de frio – eu disse indo embora seguindo meu caminho para casa, ele apenas vestiu e acenou para mim com certa timidez, fiquei feliz em saber que ele poderia se sentir um pouco aquecido aquela noite.

Quando cheguei em casa tratei de ir para meu quarto trocar de roupa e ir dormir, parei no espelho e fiquei me olhando, eu estou com 19 anos, eu deixei de ser sensível de mais ou infantil desde que entrei na faculdade noturna de arquitetura, meus cabelos continuam castanhos nesse tom mais claro que um chocolate, eles estão meio grandes , quase chegando nos meus olhos, eu coloquei uma camisa folgada e fui até a janela do meu quarto, olhando para a rua vazia e fria da frente da minha casa.

Moro em Chicago, uma cidade sem muita coisa. Joguei-me na cama e olhei o teto enquanto arrumava o despertador, eu trabalho quase todas as manhãs numa floricultura em meio período apenas, e a tarde faço estagio numa empresa, mas apenas quando eles me ligam avisando que tenho algum projeto para auxiliar ou realizar. Talvez minha vida seja realmente uma chatice, mas... Hoje eu pela primeira vez falei com Edmond, e minha vida ao menos dessa vez se moveu diferente um pouco da rotina... Eu estou feliz...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Qui Jul 16, 2009 3:55 pm

Capítulo 2

No outro dia acordei tremendo e encolhido, segurando meus joelhos. Praguejei e me sentei na cama, vi toda minha coberta no chão, provavelmente eu havia a chutado para fora da cama durante o meu sono.

- Mil vezes...droga.

Tremendo fui até o banheiro e arranquei minhas roupas rapidamente, me enfiei embaixo da água quente do meu chuveiro. Quando senti a água quente batendo em meu rosto suspirei aliviado e ao mesmo tempo arrepiado com aquela ótima sensação.

Tomei meu banho devagar adiando cada vez mais o momento de sair dali. Mas não podia adiar para sempre. Terminei de me arrumar e tomei café, peguei meu avental e fui para o trabalho. Que por causa desse odiado tempo frio e com ventos congelastes quase não teve clientes.

Passei a tarde na biblioteca da faculdade estudando algumas plantas de casas e escritórios para uma das aulas da faculdade, não que eu gostasse de estudar, mas eu não queria ficar dormindo a tarde inteira só por que não teria de ir no estagio dessa vez.

Como eu já devo ter dito, a minha vida é tediosa, extremamente tediosa, as vezes penso que se ela fosse um filme seria pior do que musica de elevador de tão chata.

- Gil – quando olhei para quem me chamava vi Max já vindo me abraçar, apenas deixei como sempre e lhe dei uns tapinhas nas costas dele.

Max era um dos meus poucos amigos, ele também era meu colega do curso da faculdade, a sua namorada Priscila também era uma amiga minha, na verdade os dois eram os únicos ainda que eu posso chamar de amigos, já que o ultimo amigo, e talvez meu único melhor amigo, que eu tive não me a mais de uns dois anos.

- Oi Max – sorri e ele se afastou do abraço, às vezes acho que sorrio de mais perto das outras pessoas.

- Ei Gil, você quer sair depois do ultimo tempo? – ele disse todo animado, ele realmente é uma pessoa cheia de energia, ele tinha cabelos de um loiro quase castanhos, olhos cor de mel, bochechas levemente rosadas pelo frio, eu acredito que ele não consiga ficar totalmente quieto por mais de dez segundos.

- Hoje não estou muito afim de sair Max – eu disse calmo, realmente não estava com muita vontade de sair na noite fria, alem de possivelmente cansado após as aulas, eu ia passar frio como sempre quando saia nesse tipo de noite.

- Ah Gil – Max fez um bico, ele parecia uma criança as vezes, mas dessa vez ele não insistiu na idéia, realmente agradeço as vezes de ter um amigo persistente como ele, em certos momentos é claro.

- Me desculpe – eu respondi, voltei aos estudos e Max começou a estudar também.

Depois de um tempo olhei o relógio, estava faltando pouco para o horário da aula, avisei o Max e fomos para a classe.

A aula estava bem vazia, mais que o normal eu diria, no caso dessa vez era por causa do frio, de modo que pouco alunos foram, depois de eu ter assistido aquelas intermináveis aulas, entregado uma maquete, eu sai um pouco mais tarde que o habitual, eram 23:00horas quando eu olhei para o relógio do meu pulso antes de empurrar a porta da saída do prédio.

Acabei surpreso quando olhei para frente de novo, estava nevando, em pleno outono, o chão estava coberto por um imaculado tapete branco, eu fechei meu casaco e puxei o capuz, enquanto comecei a andar com cuidado. Eu odeio neve, eu odeio frio, as pessoas acham bonito, mas eu nunca vi nada de mais em passar frio, em não conseguir tomar banho, ou não conseguir se mexer direito por causa dessas roupas exageradas e grossas, eu realmente não gosto do frio, nem para dormir.

Ao chegar perto do mercado eu vi Edmond, sentado no banco do ponto de ônibus em que ele ficava todos os dias, sorri um pouco, ele usava o casaco que eu havia dado para ele, juntamente com uma bermuda xadrez e o seu quase boné vermelho, o quase é por que ele era um daqueles que não tinha topo apenas a aba e uma espécie de elástico para prender na cabeça.

Quando me aproximei mais de Edmond notei que em seus cabelos, boné, e ombros havia uma pequena camada de neve acumulada, acho que ele anda tentando se matar de frio.

Acho que ele não me notou quando eu sentei ao seu lado, ele estava de cabeça baixa, toquei em seu ombro e ele apenas virou para me olhar, seus dentes batiam e seus lábios estavam roxos de tanto frio.

- Edmond!? Voce está louco? Olhe...Meu Deus – fiquei nervoso e assustado com o estado dele, pessoas normais não ficam naquele tempo frio de tal maneira – Vem aqui – acho que essa foi a única frase que eu consegui formular depois de tudo.

Eu me levantei e o puxei para dentro do mercado, me surpreendi quando o vi de pé, ele era menor do que eu, isso que eu já não sou muito um homem alto, mas não me ocupei com isso naquele momento. Depois de levá-lo para dentro do mercado bati em seu casaco tirando a neve de cima dele, tirei meu casaco e coloquei em seus ombros.

- Você está bem? – eu disse ainda preocupado eu nem notei direito que eu o segurava pelo braço.

Ele levantou os olhos para me ver, vi novamente aquela tristeza e vazio que ele possuía no fundo, meu coração se apertou um pouco. Após um tempo ele acenou com a cabeça e fez que sim, eu não contive meu sorriso aliviado e soltei seu ombro, talvez uma pessoa normal não se importasse com uma que está sofrendo se não a conhece, mas não sei ao certo, eu diria que não sou normal por mais que eu tente.

- Espere aqui – eu disse indo a uma maquina de bebidas e peguei dois chocolates quentes e entreguei um a ele, ele apenas pegou e começou a tomar olhando para frente para o nada, e eu fiquei a observar aqueles olhos tristes, eu não conseguia imaginar o porquê ele estaria daquele modo, mas eu não ia perguntar por que ou o porquê ele estava sentado naquele banco sem se importar com o próprio estado do corpo, eu acredito que não posso perguntar o porque a ele, já que eu não tenho direito de ficar me intrometendo na vida de ninguém, ao menos eu acho isso...

- Você – a voz dele soava roupa por causa do frio – é alguma espécie de tarado ou algo do tipo para ajudar um repleto estranho? – ele estava serio enquanto falava.

- Claro que não – eu ri um pouco – e isso é apenas chocolate quente – tomei um gole do meu copo e sorri para ele – eu só ajudei você porque não gosto de ver pessoas morrendo de frio – bem não era por isso que eu o ajudei, eu não sabia na verdade o certo o porquê eu fiz aquilo por Edmond, mas ele estava bem, então para mim também estava bem.

Eu apenas fique a observar, Edmond tomava o chocolate devagar, tão calmo, coloquei a Mao na cabeça dele e notei que estava meio úmido ainda.

- Quer me ajudar nas compras para o jantar? – eu ainda estava carregando minha pasta da faculdade com uma mão, aproveitei a liberdade da outra e fui pegar uma cesta para fazer minha compra, esperando apenas a resposta dele, e mesmo sem resposta notei que ele não ia sair do meu lado até eu acabar as compras, comecei a comprar umas coisas como pão, queijo, arroz, entre outros condimentos, e ele apenas ficava a me observar, estranhamente senti que eu era a mãe e ele meu filho, ri comigo mesmo depois de pensar isso.

- Quer algo para você? – eu perguntei e ele pegou rapidamente um pacote de salgadinhos de pimenta e estendeu para mim sem dizer nada – Ok. Ok. Vamos lá pagar tudo. – eu sorri para ele levando a cesta de compras para o caixa e paguei tudo, tirei apenas o salgadinho, mas não entreguei.

Ele me olhou sem entender segurando o pacote.

- Quero que você vá para sua casa, pois está tarde e também está frio – eu disse serio e depois soltei o pacote sorrindo – essa neve veio adiantada só para você sair do frio – eu disse em tom de brincadeira e ele seguiu para fora do mercado, eu fui junto dele e enquanto ele virava para seu caminho eu disse calmo – até amanha Edmond, se você estiver no mesmo lugar de sempre – ele apenas virou me olhando em silencio enquanto eu ia embora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Adrian

NovatoNovato


Masculino Número de Mensagens : 47
Pontos : 49
Reputação : 1
Data de inscrição : 25/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Sab Jul 25, 2009 2:32 pm

Citação :
o quase é por que ele era um daqueles que não tinha topo apenas a aba e uma espécie de elástico para prender na cabeça.

viseira. O nome é viseira.

----------

Creio que o primeiro episódio tenha causado um efeito um pouco mais atraente a fanfic que o segundo. Veja que o primeiro surpreende pela levaza e calmaria das coisas. Tudo é novo e vai ssurpreendendo e impactando, enquanto no segundo os relatos do cotidiano de Gil parecem estar ali para uma pequena passagem de tempo entediante.

Creio que o segundo não me agradará tano. Mas, o primeiro demosntrou aquele ar de fics romanticas no primeiro contato. (O que é completamente nromal em fanfic feita por garotas.) O que ficou interessante no fato de serem pessoas do mesmo sexo.

Acho que vou esperar até o quinto capitulo para ter uma opiniçao formada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Dom Jul 26, 2009 1:43 pm

mas é que a vida do gil é entendiante mesmo, e eu precisava no minimo por, pq xD seria estranho de mais ter meu unico personagem descente de fics ( yaois no caso ), que é bom garoto, samaritano, ajuda todo mundo xD *ri* mas entendo, tambem acharia chato se alguem lesse minha vida apartir da minha perspectiva ^^

nao sei se o terceiro vai te agradar tanto, os caps sao quase dias seguidos, pq era para mostrar a aproximaçao leve e devagar do gil .-.

lembrando XD eu escrevi essa fanfic com uma amiga XP entao XD se algo ficar muito ruim, metade é culpa dela! (apenas brincando XP) Aproveitando isso vou chamar ela para o forum, soh cuidado, ela soh escreve yaoi ( desafiei ela para escrever normal. porem xD ela fica "mas...é tão...CHATO" )

^^ obrigada pelo comentário Adrian, vou ver se cumpro suas espectativas XP.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Ter Jul 28, 2009 4:30 pm

Capítulo 3


Voltei uma hora mais tarde apenas para conferir se ele ainda estava, como eu havia pedido Edmond havia ido embora, espero que para a própria casa...

Droga... Por que estou me importando com aquele garoto? E porque estou a meia noite na rua? Acho que minha piedade alheia anda crescendo de mais...

Quando cheguei a minha casa apenas me joguei na cama e diria que dormi bem, mas estaria mentindo, me senti incomodado a noite inteira, o porque eu também ainda não sei.

Depois de acordar e passar um dia incrivelmente comum, tirando que dessa vez não iria para o estagio, e fazer um almoço para durar vários dias, eu passei a tarde enrolado em um cobertor, sem trocar a roupa que usei para trabalhar de manhã, apenas fiquei jogado de qual quer jeito na cama, e simplesmente acabei dormindo, profundamente, o frio só é bom para dormir ao meu ver.

Acordei com meu celular tocando, precisavam de mim no estagio, simplesmente suspirei e com meus cabelos castanhos bagunçados, e meus olhos ainda com algumas remelas corri para o metro, odeio... odeio mesmo quando eles fazem isso, me ligam do nada e me mandam ir lá sem aviso ou coisa do tipo.

Quando fui voltar para casa, antes de ir para faculdade, acabei me enrolando no metro, ajudando uma senhora, enrugada, miúda, gentil e tremula, que queria informações para andar no metro, acho que sou gentil de mais as vezes.

Finalmente eu estava em casa, apenas peguei o material para a aula, queria que minha gentileza não me atrapalhasse as vezes, mas ...como atrapalhou dessa vez, duas oras atrasado para a aula é muita coisa.

Meus pensamentos foram como: “Droga será que eu vou conseguir chegar a tempo para o próximo tempo?” ou talvez “Espero que não tenha tido prova surpresa ou coisa do tipo”, mas o melhor pensamento que eu tive talvez tenha sido “Que droga de vida! PORRA!”, é só posso dizer eu sou humano, sou imperfeito, deprimido e também me frustro.

Corri como pude pela rua, levei quase uns três tombos na neve, pois ela me cobria até os joelhos no lugar aonde as pessoas ainda não haviam limpado, e quase escorreguei em uma poça de água congelada, o tempo não havia mudado da noite anterior a essa que ainda se seguia. Aqui e ali da havia castelinhos, anjinhos, e alguns solitários bonecos de neve, abandonados pelas crianças que brincavam pela tarde pelas ruas de Chicago.

Às vezes me sinto como esses solitários bonecos de neve, abandonado pelos meus pais, sem importância para as outras pessoas que deveriam estar brincando comigo, talvez eu seja um... Envolta da neve, sorrindo sempre, mas solitário... Esses pensamentos não são muito felizes, certo?

Ao passar enfrente do mercadinho 24hs, não me surpreendi em ver Edmond, sentado no ponto de ônibus olhando o nada, mas a diferença que dessa vez ele colocou uma calça comprida e um gorro, porem ele ainda usava meu casaco, sorri e arrumei meu cachecol enquanto sentava ao lado dele, ri em ver que em suas mechas negras de cabelo já havia um pouco de neve acumulada.

- Edmond? – chamei por ele, mas ele continuou sem me olhar, imaginei que talvez ele estivesse me ignorando, mas quando toquei em seu braço ele se virou para mim.

- Oi – ele disse baixinho, sua voz ainda estava meio rouca por causa do dia anterior que ele passou frio.

- Nos encontramos de novo – eu sorria e ele me olhava sério, mas não me respondeu.

Ele pegou uma caixinha que estava ao lado dele no banco, ela era branca e em forma de um cubo perfeito, ele estendeu para mim, me olhando com seus olhos frios.

- Isso é pelo salgadinho e o chocolate – sua voz era indiferente também, mas aquele ato mostrava que Edmond não era tão indiferente com relação às outras pessoas.

- Ah, nossa, não precisava...mas obrigado! – eu normalmente não faço as coisas para ganhar presentes ou algo do tipo, mas fiquei feliz em ganhar tal coisa dele, normalmente eu não ganho nada, nem de aniversário.

Desamarrei a fita que mantinha a caixa presa e a abri. Havia um bichinho de pelúcia amarelo, pequeno, com olhos azuis, sem boca, e sem braços, apenas com dois grandes pés e algo que lembrava chifres no topo da cabeça, conclui que deveria ser alguma espécie de demônio de algum desenho ou algo do tipo.

- Qual o nome dele? – perguntei pegando o bichinho e sorrindo da simplicidade daquele presente.

- Bob – ele disse depois de um tempo, possivelmente ele inventou o nome agora.

- De onde ele é? – abracei o pequeno bichinho que era pouco maior que uma das minhas mãos, voltei a segurar ele normal com uma das mãos.

- De Kuro & Yami, é um desenho – ele me olhava, parecia menos triste hoje.

- Algum dia você me mostra?

Ele apenas fez sim com a cabeça e estendeu a mãos e pegou o bichinho de mim, senti um arrepio com seu toque, suas mãos eram tão geladas e seus olhos tristes observavam aquela criatura amarela e inanimada, eu não disse nada, apenas acariciei sua cabeça com um leve afago, como resposta do meu ato ele apenas me encarou, e eu tive vontade de perguntar, o porque daquele inverno fora de época que assolava Chicago, também assolava o coração daquele garoto de cabelos negros.

Apenas me afastei dele e comecei a mexer com a neve, enrolei uma bolinha de neve até ela ficar na altura do meu joelho, logo enrolei outro um pouco menor que a anterior e outra menor que a segunda e coloquei uma encima da outra, peguei umas pedrinhas de baixo da neve que encontrei e fiz olhos e uma boca para a cabeça daquele boneco que se formava, arranquei uns galhos de uma pequena arvore de um canteiro ali próximo, quando olhei para meu boneco de neve, ele estava quase pronto, mas faltava o nariz, olhei em volta e não vi mais Edmond também.

Não é muito surpriendente que ele tenha ido embora, eu não disse nada, apenas comecei a fazer um boneco estúpido sem nenhum motivo, e ele deve ter se entediado e foi embora, por isso não é surpriendente que ele tenha ido embora, eu sou um tédio.

Me sentei no chão e olhei o boneco ao meu lado e depois para aquela rua deserta, ônibus não passavam nela em dias de neve com freqüência, apenas em ruas principais, pessoas não passavam nela, pois estava frio de mais para saírem de casa.

O inverno é apenas algo, letárgico, frio e sem graça, eu não gosto do inverno, eu não gosto da neve, elas me trazem lembranças de pessoas que eu gosto, de pessoas que não estão mais junto a mim por diferentes motivos, senti uma mão sobre meu ombro e me virei, em um pulo.

- Gilberth? – Edmond segurava uma cenoura na mão, eu apenas sorri, ele não tinha ido embora.

Deixei minha tristeza de lado e apenas me levantei batendo a neve que ficara presa em minha roupa.

- É para o nariz? – ele fez que sim com a cabeça como resposta a pergunta – Então faça as honras, e coloque nele - ele o fez e eu apenas parei do lado dele olhando o boneco – Quer ir jantar Edmond? – perguntei em minha inocência e ele me olhou com um leve receio, é eu ainda sou um estranho aquele garoto isso eu sei – pode ser aqui no mercado mesmo – ele pareceu se acalmar quando eu disse isso.



- Queijo, maionese, pão, chocolate quente – o atendente era meio indiferente, era um típico adolescente cheio de espinhas e magrelo no caixa – são ao todo 13 dólares. – depois de eu ter pagado a comida, nos sentamos no banco do ponto, diria que esse sanduíche simples não é o maior dos banquetes que comi, mas ao menos estava tudo bem daquele jeito, o porquê, talvez seja a companhia e não a comida que da um gosto melhor a vida.

Edmond demorou a acabar de comer, no colo dele estava o Bob, meu bichinho de pelúcia, olhando para ele eu diria que, por mais frio, quieto, ou triste que esse garoto poderia ser, ele me deixava feliz, fazia tempo que não me sentia assim, desde... Desde Alan, meu ex-melhor amigo... Mas Edmond era oposto a Alan, e alem disso também não sei se somos amigos ou algo do tipo, talvez seja cedo de mais para tais conclusões.

- Você vai para sua casa e eu para minha? Certo? – o olhei e ele me devolveu Bob depois de concordar com um leve movimento de cabeça.

- Obrigado Gilberth – ele disse com um leve sorriso no rosto e foi embora, para a direção que ia para minha faculdade, escondi minha boca no meu cachecol, e voltei para casa com a lembrança daquele sorriso tímido daquele garoto, eu não gosto da idéia, mas eu realmente gostaria de ser amigo dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wbruzzi
avatar
NovatoNovato


Masculino Número de Mensagens : 3
Pontos : 5
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/12/2009
Idade : 27

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Sab Dez 26, 2009 4:55 pm

garota tenho que admitir... você escreve pra caralhooooooooooo!!!
estou adorando a historia.
e tipo não ligue para algumas críticas quanto ao fato d a fic ser sobre um casal gay ou sobre sexo.
axo que a característica d um yaoi e lemon é retratar o sexo mostrando que ele é tão normal quanto respirar ou piscar... escreva o que vier em sua cabeça...
eu falo sério quando eu digo que sua fic tá demais... tipo você virou minha heroína da caneta (rsrsrs) quebrou um tabu em um site que não tem nenhuma relação com homossexualismo...
fiquei até inspirado aki... axo que vou escrever algo parecido (olha a concorrência!!! rsrs zuera... Razz)
sua historia tá ótima, seus personagens são ótimos ( até porque eles saíram daquela idéia de que gay e puto e LOUCO por sexo e PENSA em sexo todas as 24h do dia...), e quanto a monotinia e a vida tediosa de Gil achei super legal, pq para mim sua hist tinha tudo para virar um clichê gay sobre um romance entre dois homens que seria impossível de acontecer. tipo conto de fadas sabe, uma coisa meio "romance barato". Mas não. Pelo contrário. tipo ta demais!
e olha que eu sou MUITO sincero... hehe acho que o tedio do Gil mostra a vida como ela realmente é: uma rotina, sem aquela glória dos filmes ou dos seriados e ate mesmo de alguns livros...
sua história está menos surreal e mais real... e esta é uma qualidade nobre que você tem que conservar...
como eu disse você é minha heroína... sempre quis quebrar um tabu assim escrevendo uma história gay mas não tive coragem... até porque não sabia o que escrever tirando uma auto biografia e sinceramente minha vida é mais tediosa do que a do Gil... hehe
a e só mais uma coisa, continua logo pq eu to loco pra saber que misterio e esse do Edmond ficar no ponto todo dia olhando pro nada...
hehehe

de seu fân de carteirinha número 1: WBruzzi ;D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kotomi
avatar
NovatoNovato


Feminino Número de Mensagens : 45
Pontos : 48
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/05/2009

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Qua Dez 30, 2009 11:39 pm

*no canto escuro morrendo* eu nao gosto de romances cliches ou melosos ( para mim, melo dura apenas no começo de namoro e cliche eh apenas em contos de fadas com finais felizes ) >.> mas eu adorei escrever essa fanfic, mas por algum motivo mesmo que eu quisesse passar sentimentos nela eu nao consegui muito XDDD

Ah, eu conheço muita gente que escreve romance, romance gay tambem muito melhor do que eu >___>

O Gil na verdade eh como um amigo meu que eh universitario, a semana inteira fica soh na rotina de ir para faculdade estudar e as vezes em fins de semanas ele sai para descontrair com os amigos, pq jah que eh como na vida real vc nao fica cheio de energia eternamente de pura motivação ( ao menos, nesse caso eu sou assim ).

Já o Edmond tem seus motivos para ficar parado olhando o nada ou por ser queito de mais, se prestar atençao vc pode ateh tentar deduzir xD

A história eu to digitando num site, mas faz 6 meses que nao escrevo um cap novo, tudo culpa de uma amiga minha que se recusa a me ajudar a continuar essa história T___T (sendo que isso eh um trabalho em dupla aonde agente cria a história e eu a reescrevo como historia(?))
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
wbruzzi
avatar
NovatoNovato


Masculino Número de Mensagens : 3
Pontos : 5
Reputação : 0
Data de inscrição : 26/12/2009
Idade : 27

MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   Qui Dez 31, 2009 3:27 pm

hm... legal... mas passar sentimentos para uma história é facil (pelo menos para mim...).
a fic ta mto boa... virei fan de carteirinha huhehuehuehue XD
eu tava afim d escrever uma historia com tema gay, sab, não aquela coisa que gira em torno do mundo gay... ia ser um drama sab... mas o site que eu entrei ficou fora do ar (AFFFFFeeeeee Razz ) e não vai dar pra eu escrever... tava pensando em escrever aqui e quando ele voltasse eu escrevia no outro... estou vendo ainda...
por enquanto só estou postando aqui historias que eu já tenho prontas no meu pc (que aliás estragou... merda viu! )
mas continua escrevendo... bota a imaginação pra fora... to gostando mto e quero saber no que vai dar com esses dois... hehehe Wink
bjuuu
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Yaoi] Best Friend! Best Wishes!   

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Yaoi] Best Friend! Best Wishes!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum: Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Fanfics :: Histórias Originais -